"Our duty is to feel what is great and love what is beautiful - not to accept all the social conventions and the infamies they impose on us."

In Madame Bovary de Gustave Flaubert

segunda-feira, 31 de março de 2008

...no Jacuzzi...

Aproximou-se da recepção envolvida numa aurea de perfeição como só ela sabe ter. Vestido rosa até aos pés, Versace como não podia deixar de ser, bem colado ao corpo, com uma racha do lado esquerdo quase até á anca, conferindo-lhe o aspecto de femme fatale que aos seus homens tanto agrada.
Pegou na chave do quarto e dirigiu-se ao ultimo piso. O 10º. A Penthouse estava ricamente decorada.

Ele olhou-a discretamente a partir do bar. A visão proporcionada era soberba, como se saída um filme de James Bond. Apeteceu-lhe segui-la de imediato...

Serviu-se de uma flûte de Möet et Chandon que saboreou vagarosamente enquanto contemplava a vista para o Tamisa...
Retirou as alças do vestido, uma de cada vez, com uma poesia de movimentos digna de Perséfone... ficou-lhe aos pés... entrou no jacuzzi... fechou os olhos e deixou-se levar pelo calor da água que num reboliço lhe cobria o corpo.

Aproximou-se da porta com a insegurança de um miúdo de dez anos... passou o cartão magnético e a porta abriu num clique surdo. Entrou hesitante, sem saber bem o que esperar. Tinha combinado às 18h na Penthouse do Hilton mas ela passara quase uma hora antes... O vestido estava perdido no chão!
Ouviu o ruído da água no jacuzzi e aproximou-se lentamente. Viu dois copos com champagne pousados junto na beira da banheira...
Percebeu o convite...

-Demoraste... mas ainda bem! estava a precisar de uns minutos pra mim!
-Este champagne é pra mim?
-Sabes que só bebo do melhor... dou-me ao luxo de escolher... tudo!

...

Desfez-se das roupas com fluidez e juntou-se-lhe no jacuzzi.
Os dois entregaram-se num tango quente... saciando a ausência que os separara. Quis sentir-lhe os seios, envolvendo-os com gestos sábios, apertando-os com volúpia... beijando-os alternadamente, com a lingua circundando os mamilos... mamando como se tentasse alimentar-se... as mãos percorriam o corpo delineado, explorando cada milímetro.


Num impulso ela resiste! E ordena-lhe que não se mexa... os papéis invertem-se! É ela, agora, a senhora do momento! Virando-o de costas para si mordisca-lhe o pescoço, enquanto a mão esquerda percorre o peito depilado e definido dele... a mão livre dirige-se ao caralho duro da sua vítima... com mestria profissional acaricia-o longamente...

Ordena-lhe que se sente na beira do jacuzzi e continuando a acariciar o membro duro começa a chupar lentamente... ora passando a língua na cabeça ora engolindo com sofreguidão deixando-o completamente melado...
Os lábios carnudos apertavam o pau provocando no parceiro urros de prazer...

...em desespero sentindo-se perto do limite, puxa-lhe o cabelo e afasta-a... pega-a ao colo e senta-a na beira do jacuzzi... de pernas bem abertas deixando à vista os lábios da vagina, depilados quase por completo, apenas com uma ligeira penugem alourada em forma de coração no centro da púbis...
A língua percorria apressada toda a extensão dos volumosos lábios, e demorava-se no clítoris...uma vez e outra penetrava-a com língua, sendo correspondido por contracções e espasmos de prazer... os gemidos tomavam conta do ambiente...

Num ápice salta-lhe para o colo e deixa-se penetrar facilmente...

Após um gemido simultâneo inicia um vai e vem ritmado... pára subitamente... tira todo o pau e coloca apenas a cabeça, lentamente... continua a "tortura" por alguns segundos, até voltar a um ritmo mais frenético, com estocadas profundas...

-Vira-te!!.. Vou comer-te por trás... como se comem as putas...

Ela obedeceu, qual cortesã obediente, e sentiu o caralho tesudo penetrar-lhe fundo... dava-lhe palmadas fortes nas nádegas... abria-as para penetrar mais fundo... com os dois a urrarem de prazer ele veio-se dentro dela com investidas finais violentas...

- Sai - diz ela.

e termina:
-Está um envelope pra ti na recepção.

....

Chegado à recepção abre o envelope. Duas notas de 500.00€. Nada mau para hora e meia de trabalho.

1 comentário:

♀ Venus disse...

Estes textos erótico/pornograficamente descritivos são bastante excitantes.
Amo-os, hihiihih...

O final também é espectacular, não estava a espera desse desfecho.

Muito bom!!!